sábado, 8 de outubro de 2016

Desconexão e Reconexão


Muitas vezes eu estou no meio de muitas pessoas, várias conversas diferentes rolando ao mesmo tempo e muitas risadas, mas eu simplesmente fico calado olhando para o nada. Eu me perco dentro de mim. 

Ter uma atitude dessas não é muito saldável para sua vida social. Não é considerado normal do ponto de vista da sanidade, nem as pessoas ficam confortáveis ao seu redor quando você faz isso. Não é agradável também para mim despertar desse tipo de transe e perceber que todos estão me olhando depois de chamarem por mim diversas vezes. Por alguns segundos eu esqueci onde estava, o que estava fazendo e que tinha pessoas ao seu redor.  

Eu simplesmente deslizo por meus pensamentos e vou me deixando levar, sem sequer notar para onde estou indo. Eu estou a caminho do palácio dos pensamentos, onde as portas estão sempre abertas para mim. Eu entro, pois é um lugar mais seguro. Lá tendo eu estou protegido de toas as pessoas ao redor, com suas palavras que ferem, machucam, principalmente por que elas me mostram que eu não pertenço ao mesmo mundo do qual elas fazem parte. Eu estou divagando. 

Hoje esse tipo de situação fica cada vez mais incomum. Eu já consigo ficar presente em um lugar sem me perder em mim mesmo todas as vezes. 

Eu já me sinto participante do mundo, não mero expectador. Acho que essa é a chave do que eu quero dizer. 

Venho escrevendo muito pouco aqui, mas isso não significa que não estou escrevendo. Eu tenho escrito várias coisas, mas bem pouco sobre mim mesmo. Na verdade, eu parei de analisar tanto a mim mesmo, e tenho me permitido viver e errar mais. Logo, não tenho tanta inspiração para escrever sobre as coisas que tenho vivido, embota tenha vivido várias situações curiosas. 

Não considero isso uma coisa ruim. Ao contrário, acho que este espaço cumpriu um papel muito importante para mim e ainda vem cumprindo, mas como tudo que é vivo eu vou mudando e ele vai mudando comigo. Talvez meu tom ao escrever mude, assim como já mudou diversas vezes ao longo dos anos que venho escrevendo aqui, e isso também é bom, mesmo que não agrade todo mundo. 

Sobre todo o resto... bem o mundo continua girando. A vida é um fluxo e nada para. Mais que sobreviver, eu estou vivendo. Acordei e percebi que estou vivo. E eu quero viver tudo que eu tenho me privando por anos. 

Então, o quarto fechado e empoeirado que é essa minha vida tem recebido limpeza constante, sendo arrumado sempre que é preciso, e as vezes até recebe visitas. 

Está muito mais fácil de morar aqui. 

4 Cochichos atrás da porta:

Homem, Homossexual e Pai disse...

O Mr Jay é bemn assim, fica sempre absorto nos pensamentos, totalmente desconectado das pessoas á volta...
AH SIM! a historia do professor anderson ficou deveras interessante... quanto de autobiografico tem?

Sam Peregrine disse...

HHP, que bom que não estou sozinho nessa rs
Quanto ao conto, de autobiográfico não tem nada! kkk
O conto ainda tem continuação, mas ainda estou decidindo se vale a pena continuar escrevendo esse tipo de coisa kkk

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Conheci pelo Twitter e aqui estou a viajar por suas letras, pontos e vírgulas. Gostando muito. Seguindo e likando para não perder de vista, ainda mais que temos muitos amigos blogueiros em comum.

Beijão

Anônimo disse...

Nos bastidores do reino: a vida secreta na Igreja Universal do Reino de Deus

Mário Justino
Geração Editorial, 1995 - 150 páginas

AQUI É REVELADO TODO O PASSADO SUJO DA IGREJA UNIVERSAL

Pela primeira vez, um ex-pastor da Igreja Universal do Reino de Deus revela com enorme impacto os segredos da seita do bispo Edir Macedo, hoje espalhada por quase todo o mundo. A obra caiu como uma bomba sobre a organização de Macedo, que conseguiu na Justiça uma liminar impedindo provisoriamente a circulação do livro, que ficou apenas 22 dias nas livrarias, desde seu lançamento, em novembro de 1995. A editora lutou e conseguiu, na Justiça, a liberação da obra, em que o ex-pastor Mário Justino narra sua amarga experiência com religião, drogas e o submundo do crime, no Brasil e em Nova York. Um livro recomendado para jovens e que foi adotado como educação para a cidadania por vários professores.


Completo em PDF para baixar:

Para baixar é só clicar no botão verde.

http://migre.me/vxbde

ou

http://www.mediafire.com/file/zkxcyleck3a1c59/NOS+BASTIDORES+DO+REINO+-+M%C3%81RIO+JUSTINO+-+COMPLETO.pdf

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...