terça-feira, 12 de agosto de 2014

As Cartas Que Eu Não Mando #9

Madrugada dolorosa


Para Minha única exceção

Porque você faz isso comigo? Será que não percebe. Ou será que faz de propósito?

Enquanto os dias passam, um atrás do outro sem parar, a certeza do amor só cresce enquanto meu amor se fortalece. A cada dia eu dedico minhas horas pra você, como um ritual. Eu me traio em pensamentos. Eu me entrego, me declaro, me arrasto, me lamento. A cada dia de uma forma diferente.  Mas no fim é sempre o amor que fica. Só a dor de não te ter fica. E é uma dor física. Uma dor palpável, sufocante.

Porque você faz isso? Você está brincando comigo. Está me estraçalhando e me dando para os pássaros comerem. Eu estou em pedaços aqui dentro, e sem chance de você me curar. 

Minha imaginação me alimenta de esperança, a cada sinal de vida que você me dá. 

Meu coração se alegra, minha mente voa em lembranças de um futuro em que eu poderia te entregar da forma mais sublime, mais pura e completa, tudo que eu neguei a todos os outros. Meu coração, meu corpo, meus planos, minha vida. Mas no instante seguinte você mesmo sopra esse delicado castelo de cartas que ajudou a construir. 

Porque você fala dos seus amores? Não percebe como isso me destrói? Ou faz isso de propósito?

Se eu já tive duvidas do que eu sinto, mas a certeza já me acompanha há muito tempo. Se eu já pensei que não te desejava, o meu corpo já não me permite esse luxo. A cada vez que você passa, ele anseia pelo teu cheiro, grita pelo teu toque, implora pelo teu beijo. É preciso me controlar para não saltar em você e arrancar a força tudo que eu quero. Me agarrar em você e não mais soltar. Demarcar em você o meu território. É preciso ter forças para ter um fraco.

Você às vezes me assusta.

Fim.

3 Cochichos atrás da porta:

Dil Santos disse...

Oi Sam, tudo bem?
Deve ser angustiante viver assim, tão dependente de outro que tenha essa necessidade. Mas que as vezes a paixão nos causa alguns desses sintomas né? rs
Bjo

Marcos Campos disse...

As vezes a gente se assusta com a gente mesmo !!
Quem nunca essa miscelânea de sentimentos ??
Coitado de quem nunca ...

Abraço !

Beatriz disse...

É meio chata essa situação... A Pessoa vem, faz você se apegar e derrepente... Evapora, depois vem aquele vazio...

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...