quarta-feira, 9 de julho de 2014

As Cartas Que Eu Não Mando #8

Manhã com fome no trabalho



Para Minha única exceção

Eu pensei que tinha te deixado para trás, mas mais uma vez estou aqui, falando com você. Mas é impossível eu te ignorar. A vida não é tão boa assim comigo. 

Eu não sei o que há comigo. Se eu gosto, se é um capricho, se é falta de opção. Sei lá. Mas eu desejo às vezes. Dá uma vontade de pular do teu pescoço, te agarrar e te prender com um grande beijo. Me perco na minha imaginação quando penso em ficar a sós com você. Todas as coisas que poderíamos fazer. Mas ai eu tento tirar isso da mente e voltar a pensar em coisas mais amenas. 

Distrair a mente é muito fácil quando você está vagando por ela.

Fim.

5 Cochichos atrás da porta:

Ro Fers disse...

A paixão é inexplicável....
Abraços!

Anônimo disse...

Cara, me vi muito em ti, nas coisas que falou sobre você, que expressa nos seus textos... Parabéns, eles são muito bonitos. =>

Beatriz disse...

Pescoços <3

Fred disse...

Fim? Mesmo? Hehehe!

Anônimo disse...

E qnts vezes mais vc vai definir minha vida com textos?
Kkkk ótimo trabalho cara, continue sempre assim

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...