domingo, 9 de março de 2014

Não é sobre o Carnaval



Eu ia escrever um post sobre o carnaval, eu juro. Mas eu pensei que esse ano eu teria alguma novidade pra contar, o que não é verdade. Então aqui esto eu, não escrevendo sobre o carnaval. 

Está mais difícil ser eu a cada dia que passa. A sensação que eu tenho é que eu nado contra uma correnteza fortíssima e que eu pego pesado, sou duro, dou tudo de mim. Mas quando olho ao redor com mais atenção percebo que não saí do lugar. Estou na mesma droga de lugar que eu estive a minha vida inteira e só tive a impressão que avancei. É frustrante. 

Não sei se vocês vão entender o que eu quero dizer, pois eu não vou falar com todas as letras o que está acontecendo na minha vida. Então imaginem o que quiserem, não faz mal. 

É tão triste quando você tenta ser uma pessoa melhor, é gentil, tenta ajudar os outros, não incomoda ninguém, mas mesmo assim parece que tudo que você faz pra ser essa pessoa melhor não é o suficiente. Se você não está em algum dos padrões que algumas pessoas estabelecem você está fora do jogo. O pior é ver um bando de pessoas que não valem nada se dando bem. 

Só pra encerrar esse post que não é sobre o carnaval (eu quero encerrar logo pois eu prometi pra mim mesmo que não ia passar muito tempo da minha vida reclamando das coisas e que ia só pensar em coisas boas e na solução, não nos problemas), o carnaval foi até legal esse ano, mas ano passado eu gostei mais. Deve ter sido álcool de menos. Não, eu não usei o carnaval pra descansar. Eu fui pra folia mesmo. Não sou dessas coisas, mas acabam me levando. Meus amigos e amigas são uma péssima influencia. 

Eu falei que esse post não era sobre carnaval, mas eu menti. 

3 Cochichos atrás da porta:

Beatris disse...

"Tento ser uma pessoa melhor", mas quanto mais melhor você tenta ser, mais pisam em ti, ficar parado na estaca zero é a consequência de ser o mais "frio" possivel, vale a pena ser amável e dócil, com aqueles que retribuem o sentimento, porque você está cercado de filhos da puta! Volte logo, amigo da deprê, Sam. :3

Gustavo Curi Freire disse...

Não o conheço, guri... Mas, certamente você já saiu do lugar em que estava, sim! As grandes mudanças, não são geográficas ou estruturais, mas na maneira de pensar e agir...
Se você é gentil, uma pessoa melhor ou qualquer outra adjetivo que venha em tua cabeça, não se esqueça que está fazendo isso por você, pelo que você acredita... e NUNCA pelos outros...
Quanto as outras pessoas se dando bem, tenha a certeza de que Sir. Isaac Newton estava certo, "toda ação tem uma reação"... talvez demore mais...

Leve a vida mais sutilmente, com a sabedoria de agora e não de outrora, quando, provavelmente, choravas....

E, sim, é sobre o Carnaval... Seja feliz, seja sábio... e não chore =D

Sam Peregrine disse...

Beatris,
Isso é uma verdade. Pois isso insisto nisso de tentar ser a melhor pessoa que consigo pois sempre vão ter aqueles pra quem vai valer apena. Mas tbm acho que só assim vou encontrar pessoas que também pensam assim. Obrigado!

Gustavo,
Sim, eu faço isso por mim. Pq acho que isso é o certo e por isso insisto nesse processo de autoaperfeiçoamento. Mas em alguns momentos isso pode ser frustante, como nesse em que escrevi esse texto. Mas como vc disse, espero que minhas atitudes ecoem ao meu redor, como já estão ecoando. Apesar do que eu disse em um momento de fraqueza tudo isso vale a pena. A dor também nos faz crescer. Obrigado pelas palavras!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...