segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Retrospectiva 100 posts

Retrospectiva 200 posts

Com esse post esse Quarto Fechado, tão meu mas feito para vocês, e já com mais de dois anos de duração, completa incríveis 100 posts!

Como eu sou preguiçoso não é? Nesse tempo todo, só 100 posts. Mas saibam que foram feitos com muito cuidado. Isso é um dos motivos porque demoram tanto. Sou muito perfeccionista.

Também tiveram várias pausas ao longo desse tempo. Períodos onde eu estive focado em outras coisas e me distanciei desse espaço. Mas eu sempre volto, pois é uma coisa diferente o que acontece nesse Quarto.

Eu tenho meus amigos que estão presentes no meu cotidiano, pessoas que eu amo muito, com quem tenho uma ligação forte e insubstituível. Amigos com quem eu saio pra festas, vou à casa assaltar a geladeira e passo tardes jogando papo fora e engasgando com coca-cola por rir na ora errada. Pessoas com quem passo momentos incríveis. Mas elas não sabem que eu tenho outro quarto, além do que elas estão acostumadas a visitar.

Foi uma decisão que eu tomei quando criei o blog. Eu queria falar anonimamente, dizer o que penso, contar coisas que ocorreram, mas que eu não acho pertinente falar com mais ninguém. Colocando assim aprece loucura. Falar para estranhos o que eu não falo para os meus amigos, mas o ser humano é um bicho sem lógica mesmo. Sendo eu, um estranho, mais louco ainda.

Mas também não é assim não. Nem quero pensar no que pode acontecer se alguém que me conhece acabar nesse lugar. É inevitável que associem isso a minha pessoa.

Retrospectiva 200 posts - pernas

Mas a minha escolha persiste, como eu disse, pois a coisa aqui é diferente. É como um desabafo sem pensar nas consequências, pois não vou magoar ninguém (acho). É aqui que eu venho organizar essa minha cabeça confusa, me descarregar. Me lamentar e me alegrar. Me expressar, me mostrar, sem ligar em chocar ou ser mal interpretado.

Nunca pensei que o blog chegaria onde chegou. Ele, é claro, não é nenhum grande sucesso na internet brasileira, mas inda assim nunca pensei que chegaria até aqui. Nunca pensei que ele duraria tanto tempo. E ao receber mensagens e comentários dos leitores sempre me emociono e me empolgo a escrever mais.

Conheci pessoas, me conheci melhor, fui melhorando minha escrita, descobri mais sobre o ser humano, aprendi sobre o que as pessoas querem ler. Muita coisa aconteceu nesses mais de dois anos, mas quero elevar isso muito mais alto.

É incrível como aquele blog que eu criei meio sem saber direito como ia manter se tornou tão importante na minha vida. E na de alguns de vocês, se não estiverem mentindo.

Obrigado por perder o seu tempo lendo essas bobagens que eu escrevo sem muita pretensão, mas muito cuidado. Obrigado por me falar que gosta do que eu escrevo, me sinto tão lisonjeado. Obrigado por estar interessado no que houve comigo, no que eu penso. Obrigado por ainda vir aqui.

Muito obrigado. Por tudo.

3 Cochichos atrás da porta:

Anônimo disse...

Seu blog é mto bom cara, eu acabo me colocando no seu lugar e realmente é empolgante tudo isso
Obrigado por ter criado esse blog! :D

Miguell do Cristo disse...

Também uso anonimamente, e realmente é muito mais que uma terapia, que desabafar. Acabar por se tornar um outro mundo, um mundo talvez nosso, idealizado, com a nossa cara e do nosso jeitinho. parabéns pelos 100 posts haha são realmente muito bons, cada um deles.

Sam Peregrine disse...

Obrigado Anônimo e Miguell,
eu amo fazer isso!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...