segunda-feira, 1 de julho de 2013

Recomeço de novo

Recomeço de novo

Mais um hiato no blog. Muito trabalho e nenhum tempo pra lazer. Isso inclui a minha terapia preferida, que é compartilhar minhas estranhezas com semi-estranhos na blogosfera, ou seja, escrever para esse lindo blog que eu gosto de chamar de meu Quarto, meu Quarto Fechado (mas aberto para vocês).

Mas é culpa desse hiato, é obvio, é toda minha. Resolvi me atolar em trabalho de uma forma mais ou menos consciente. E isso foi porque eu não ligo para as meus próprios princípios.

Tenho pensado a algum tempo sobre dinheiro e felicidade. Depois de refletir sobre meus objetivos de vida e ver exemplos de outras pessoas por ai descobri que a máxima de que dinheiro não trás felicidade é uma meia verdade, mas que me agrada muito. Eu realmente preciso de dinheiro para me manter e ter um certo nível de conforto de que eu tanto gosto. Preciso satisfazer, até certo ponto, meu desejo consumista e meu ego capitalista. Mas eu não quero ficar cego para as coisas simples da vida, coisas que realmente me dão prazer, e me tornar escravo do trabalho!

Trabalhar oito horas por dia é uma coisa normal atualmente. Mas esse negócio nos faz ficar tão cansados, muitas vezes de não fazer nada, que quando chegamos em casa só queremos uma felicidade instantânea e comprada, como as que vimos nas propagandas da TV.

Artista MIKE BRODIE

Eu decidi que não quero isso para mim. Mas até eu chegar no patamar de mudar esse panorama da minha vida eu tenho que batalhar um pouco mais. Foi ai que eu me perdi.

Isso é estranho, mas para que eu não fique escravo do trabalho e dinheiro eu resolvi me tornar um escravo do trabalho. Cheguei a trabalhar doze horas por dia sem contar os fins de semana. Quanto percebi que meus projetos e objetivos a longo prazo foram ficando de lado, é que eu me dei conta o erro que eu estava cometendo.

Ai diminui a marcha. E aqui estou eu, falando com vocês.

Mas até as coisas ruins chegam a fazer algum bem. Depois dessa minha empreitada eu consegui refletir ainda mais sobre esse mundo que nos cerca. Os meus planos e metas para o futuro ficaram ainda mais claros para mim. Eu até vi que eu tenho mais disposição dentro de mim do que imaginava.

Nesse meio tempo outras coisas também aconteceram. O coração da gente é uma bagunça, e eu que pensava que poderia entender de tudo sobre isso percebo como tem coisa que não dá mesmo pra entender. Os grandes amores se acabam com poucas palavras e quem você negou é quem vem preencher seus sonhos a noite. Mas as coisas são assim e só nos resta nos adaptarmos a elas.

Recomeço. Essa é uma palavra que se repete do meu vocabulário e eu a adoro.

3 Cochichos atrás da porta:

Miguell do Cristo disse...

Poxa, volta mesmo! Adorei teu blog, tem textos muito bem escritos e uma visão a mais do mundo gay! :D

railer disse...

recomeçar é sempre bom, é revigorante!

Sto António do Limão disse...

Olha outro aqui também recomeçando!
Vamo prá frente que atrás vem gente...

;-)

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...