quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Bara, Yaoi, Boy’s Love, afins e outras coisas

Bara, Yaoi, Boy’s Love, afins e outras coisas 01

Depois que eu publiquei um post sobre Bara algumas pessoas me pediram sugestões desse tipo de material. Foi só ai que eu me dei conta que eu ainda era um leigo no assunto. Eu lia algumas coisas mas não me ligava em títulos e autores. Mais pra mim mesmo, resolvi profundar-me no assunto.

Foi ai que eu resolvi passar algumas sugestões de Bara pra vocês. Mas antes disso acho que precisamos diferenciar um pouco as coisas. Deixar as diferenças entre os vários gêneros existentes um pouco mais claras.

Bara se refere, como eu cito aqui, a mangás (quadrinhos ao estilo japonês), animes (desenhos animados japoneses) ou outros conteúdos vindos do Japão com conteúdo homossexual. Mas não é o único.

Dentro do gênero de histórias gays temos vários subgêneros que podem se mesclar e se misturar entre se e com outras coisas já que ninguém está mesmo preocupado com os limites dessas definições. E como no Japão muitas pessoas levam as fantasias sexuais bem além dos ocidentais, você pode encontrar de tudo por lá.

Bara, Yaoi, Boy’s Love, afins e outras coisas 03

Dentro os subgêneros gays vou citar alguns. Mas os conceitos aqui podem variar, pois existem termos ocidentais e orientais, os em uso e os em desuso, e tudo isso pode ser muito confuso. Fiz uma pequena lista com os conceitos que me ajuda na hora de procurar e entender os blogs e sites desses gêneros e vou agora compartilhar isso com vocês. É importante notar que nada disso é regra e você pode encontrar definições diferentes em outros lugares.

Hentai: se refere (no ocidente) a mangás, animes ou qualquer coisa que venha do japão com forte conteúdo sexual (geralmente heterossexual).

Yaoi: sinônimo de homossexualidade. São os famosos mangás/animes/qualquer-coisa com conteúdo gay.

Bara, Yaoi, Boy’s Love, afins e outras coisas 05

Boy’s Love ou Shounen-ai: nasceu como conteúdo homossexual masculino feitas para o público feminino japonês e mostra relacionamentos idealizados (pela cultura japonesa). Normalmente o personagem mais alto, forte, sério, agressivo e ativo é chamado seme. O personagem baixo, mais fraco, delicado, submisso e passivo é chamado uke. O uke é uma metáfora para a mulher japonesa. Representa um padrão de perfeição feminina, mas em posição igual ao parceiro já que os dois são homens (isso vem do machismo japonês). A maioria desse material não é pornográfico, ou com pornografia mais leve, insinuativa.

Parece que no japão Boy's Love é usado para classificar qualquer coisa gay. E ainda, para alguns os conceitos aqui usados para Yaoi e Shounen-ai estão trocados.

Bara, Yaoi, Boy’s Love, afins e outras coisas 07

Gei comi, Men’s Love ou, como nos no ocidente conhecemos, Bara: é o hentai feito para gays, ou seja, com pornografia gay. É caracterizado por serem bem masculinizados com muitos músculos, pelos e suor, relacionamentos mais adultos, personagens mais velhos e sexo mais agressivo.

Shotacon (ou Shota-con) Yaoi: relações sexuais com um rapaz jovem ou um menino. DIGA NÃO A PEDOFILIA!

Bara, Yaoi, Boy’s Love, afins e outras coisas 0

Doujinshi: utiliza personagens que já existem, ou seja, usa personagens de outras obras que não possuem necessariamente conteúdo romântico ou homossexual.

Lemon: é usado para categorizar histórias gay com conteúdo sexual explicito. Oranje é conteúdo lésbico explicito.

Oneshots: revistas na integra, sem continuação.

Bara, Yaoi, Boys's Love, afins e outras coisas 6

Além disso têm de tudo que você puder imaginar. Sexo com demônios, animais, pessoas animalescas ou animais antropomorfizadas, com alienígenas e tentáculos, super-heróis, colegiais, seres fantásticos, e por ai vai.

Com o tempo e atenção é fácil conseguir diferenciar muito facilmente os traços e estilos dos principais autores, principalmente de Bara.

Uma coisa que você via encontrar muito nos conteúdos vindos do Japão são as tarjas nos órgãos genitais. Isso vem de uma lei que tem por lá. Pelos pubianos também são coisas raras (não em baras) que também vem de uma lei já extinta, mas que já se agregou a essa cultura.

Como eu só me atrevo a ler em português mesmo, fica muito difícil encontrar material novo pra ler. Os blogs e sites Bara estão sempre desatualizados, muitos os links estão quebrados (praticamente todos os mais antigos), sem falar que depois do ocorrido com o MegaUpload baixar arquivos na internet se tornou um saco. Por isso peço pra quem tiver uma indicação de uma obra me enviar, de preferência com o link pra download :)

7 Cochichos atrás da porta:

Mateus disse...

Muito legal e diferente, achei bem explicado também. Eu já havia visto algo sobre Bara, mas não sabia desses outros genêros. Mas as imagens até que são bem excitantes rsrs

Sam Peregrine disse...

Obrigado Mateus.
Em breve resenha de um Yaoi.
Aguarde

Dil Santos disse...

Oi Sam, tudo bem?
Eu gosto, achei bem legal, rs
Pois é menino, se tudo o que quiséssemos con seguíssemos seria chato, o bom são as coisas que aaprecem em meio a nossa busca.
Bjo
Dá uma olhada nesse site
http://baracomicsbrasil.blogspot.com.br/

Sam Peregrine disse...

Oi Dil,
já conheço o site. É nele é um dos que eu visito procurando material novo :)

Anônimo disse...

viche que delicia si fosse na vida real

Anônimo disse...

aaaa que exitante

Shayene Rodrigues disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...