domingo, 13 de janeiro de 2013

Sobre As Cartas Que Eu Não Mando

Sobre As Cartas Que Eu Não Mando

A algum tempo eu comecei uma série de postagens chamada As Cartas Que Eu Não Mando. Nessa série eu comecei a publicar uns textos com destinatários, mas o que acontece é que eu não fiz uma apresentação para a série e resolvi fazer isso agora.

Essas cartas são reais, e seus destinatários são pessoas que existem. Apesar de eu não citar nomes eu dou uma descrição do destinatário com a informação que eu acho mais pertinente para que o leitor entenda de que tipo de pessoa se trata.

Muitas dessas cartas que eu irei publicar são recentes outras são mais antigas. Inicialmente eu não escrevi as cartas com a intenção publicar no Quarto Fechado, mas acabei tomando essa decisão por achar pertinente. Afinal, como o nome da série diz, eu não as mando e acho que nunca serão lidas pelas pessoas para quem foram escritas. Então que não se percam sem nenhuma serventia.

Não sei o número de cartas que serão publicadas nem até quando. Ainda continuo escrevendo essas cartas para várias pessoas. É uma forma de desabafar e de esvaziar um pouco a mente. Deixa-la mais limpa para que eu possa organizar as coisas aqui dentro. Algumas eu até mando, mas as que não tiverem esse destino provavelmente vão passar por aqui.

Espero que gostem das Cartas Que Eu Não Mando e que comentem.

Mais Cartas estão por vir.

3 Cochichos atrás da porta:

railer disse...

bacana a ideia!

* na lateral do meu blog, ao final, tem dois links com dicas pra facilitar pra quem comenta nos blogs, como retirar verificação de palavras ou deixar via pop-up, além de ser comunicado das alterações mesmo deixando o comentário entrar na hora. acho que você podia melhorar pra gente! abraços! =)

Sam Peregrine disse...

Oi railer,
obrigado!

Li as dicas que você dá para facilitar a vida dos comentaristas de blogs e achei bastante pertinentes. Só tem uma coisinhas que não gosto muito, mas acho que vou testar aqui no blog pra ver se o povo gota.
Tenho usado a verificação de comentários pra prevenir-me de certos comentários que surgem nesse tipo de blog, mas acho que talvez não seja mais necessário. Estou fazendo um replanejamento no blog e talvez use mude isso. Obrigado pelas dicas!

O Rei do Drama disse...

esse post é a minha cara. tenho muitos e-mails que não enviei. as vezes os escrevo e o releio. ou mando ou apago, mas nao fico com eles, as vezes as palavras estão tão carregadas de mágoas...

http://oreidodrama.blogspot.com.br/2012/09/a-carta-que-nao-enviei.html

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...