domingo, 30 de dezembro de 2012

Mais um Natal que passou e eu…

Um ano atrás eu fiz uma postagem dizendo os motivos de não gostar do Natal. Hoje, remexendo no arquivo do Quarto Fechado eu reencontrei essa postagem e fiquei analisando o que mudou daquele Natal para o desse ano.

Bem, mudou pouca coisa, mas esse foi muito diferente, pois mudou uma coisa básica: eu!

une-biere

Bom nos últimos meses eu tenho vivido uma experiência incrível e na verdade muito sutil. Eu amadureci. Sinto isso tanto! E esse Quarto Fechado me ajudou tanto! Eu jamais esperava isso quando o concebi, mas o exercício de reflexão e auto conhecimento que esse blog em trás é algo inestimável.

E nesse Natal, aquela chatice de vermelho, brando e verde em todo lugar não me irritou tanto (ainda é chato) e a noite de Natal passou como outra qualquer e eu nem dei a mínima. Estava tão mais interessado no filme via na minha cama quentinha. E em, depois, terminar o livro que estava lendo. Nem vi Papai Noel passar. Mas sabe, eu adorei isso!

Estranho, né?

Mas é que eu estava tomando conta da minha vida, ao invés de ficar ocupando minha mente com como eu não conseguia entrar naquele clima bobo do Natal que vejo na TV e o fato que eu queria ganhar presente, ou outras coisas do tipo.

Eu estava me importando comigo mesmo nesse Natal, fazendo coisas que eu gosto, sem pensar que poderia estar em outro lugar. Eu queria estar onde estava, mesmo só. E sabe, esse foi o melhor Natal que tive em anos!

1 Cochichos atrás da porta:

Joel Vieira disse...

Mudou o básico e o essencial: você mesmo! Natal para mim tem outro significado do que tem para você, e que bom isso, eu amo diferenças. Quanto ao seu blog, eu gosto de visitar. Acho-o sexualizado mas não vulgarizado, e pelo visto vc também compartilha da máxima ESCREVER É TERAPÊUTICO.

Feliz ano novo! rs

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...