segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Meus Belos Demônios

dio
 
Ódio
 
Tenho tanto ódio. É algo que pesa no peito e te faz ficar vermelho. Ele é diferente da raiva. Essa dá e passa, você esquece e depois nem liga mais. Ódio é um ácido que te correi e mata por dentro aos poucos. Você pode estar calmo, e ele parecerá só uma mágoa, mas quando está perto da superfície é como se você pudesse explodir em mil pedaços e ainda dizer foda-se! Mas não sem antes levar a pessoa odiada junto. E esse é um demônio familiar que eu carregarei até o fim dos meus dias. Infelizmente.
 
Medo
 
Medo
 
Desistir ou seguir são coisas fáceis de fazer. O difícil mesmo é lutar. Tenho medo da derrota, dos olhares de reprovação e dó que são guardados os perdedores. Esse é um domino a ser superado diariamente. Continuamente.
 
Luxria
 
Luxúria
 
Ele te domina e te rege. Torna-se o seu senhor e faz de você o seu escravo, pronto para as suas vontades acima de qualquer coisa. Te humilha e mostra que você é fraco. Te submete exatamente pelos seus pontos mais fracos. Te mostra seus defeitos e suas mentiras. Te apresenta a você mesmo de um jeito inigualável. Mostra-te coisas inimagináveis. E esse é um demônio para ser controlado. Prazerosamente.

0 Cochichos atrás da porta:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...